Inaldo Soares

Home
Cursos
Auditoria
Consultoria
Perícia
Livros Publicados
Publicações
Clientes
Buscar Cursos
| Home | Como Matricular-se | Meu Cadastro
Palavra Chave
Categorias
Produtos
  Cursos
  Noticias
Receba nossas ofertas
Nome
E-mail
  

Retornar para página anterior


A FUNÇÃO MODERNA DO CONTROLE INTERNO E SUA BOA GESTÃO
Valor do Curso
R$  1.300,00
  
ENTRE EM CONTATO CONOSCO:
EMAIL: inaldo@brturbo.com.br
TELEFONES: (61) 9988-9443
(61) 9672-4118
INFORMAÇÕES DO CURSO

A FUNÇÃO MODERNA DO CONTROLE INTERNO E SUA BOA GESTÃO

BELO HORIZONTE OU BRASÍLIA.
Apresentador: Prof. INALDO DE VASCONCELOS SOARES

 

PROGRAMAÇÃO

  

1 -   OBJETIVOS:

1.1   Dar uma visão da importância da função do controle interno na gestão administrativa/operacional e dos negócios da empresa/entidade;

1.2   Propiciar uma visão integrada de controle interno nos sistemas da gestão empresa/entidade;

 

 

 

 

1.3.    Desenvolver as técnicas de controle interno, inclusive de auditoria, de forma a sua melhor aplicação como instrumento de fiscalização e acompanhamento da busca da regularidade dos atos da gestão.

2)    QUANTO AO CONTEÚDO DO CURSO - APRECIAÇÃO:

2.1.                                   O curso em referência é muito mais que um conjunto de palestras ou conferências, pois o produto do conteúdo do curso, representa um modelo de controle interno modulado numa visão aberta, moderna e científica, sendo que o seu foco fundamental é a questão preventiva, por meio de exames de controle interno e auditoria processados no dia-a-dia da gestão, de forma a sinalizar os pontos de disfunções da organização e da entidade, aplicando-se a retroalimentação (feed-back) no processo. Na verdade se não for ajustado os pontos de impropriedades apontados no dia-a-dia de forma tempestiva, o problema se transformará em um elemento de impropriedade técnica ou uma futura irregularidade ou ainda se transformará num “defunto”, (prejuízo ao erário), causando desgaste na imagem da entidade, dos gestores e dos diversos agentes. Assim a nossa proposta do curso em referência é quase uma consultoria, que foi trabalhada a partir de um modelo de controle interno já implantado em várias entidades públicas e privadas, destacando-se dentre algumas delas: o STF e o TSE, onde exerci a função de secretário de controle interno.

 

2.2.                                   A proposta é fundamentada em critérios técnicos e científicos, onde prevalece no seu conteúdo a simplicidade técnica ao invés de sistema complexo e de difícil entendimento.

 

2.3.                                   Assim posto, além dessas questões o sistema busca trazer as várias áreas sistêmicas da gestão a um nível de entendimento dos problemas surgidos no dia-a-dia, uma parceria. Cada um forma um cliente no processo e todos buscam o resultado e o melhor desempenho da gestão como um todo. É um processo de controle científico e não trata as questões como se fôsse algo policial ou secreto, foge dos métodos de   visão míope e foco tradicional. O processo de exame envolve as três fases do controle interno: prévio, concomitante e posterior. Portanto, é uma proposta avançada de um modelo científico de controle interno, com um foco diferente do trivial.

 

2.4.                                   O curso de capacitação busca explicitar tal modelo e tenta transferir uma nova visão e um novo processo tecnológico de informação. É importante frisar que o processo pode se iniciar na entidade a partir do enfoque do curso, pois não é “pacote”, é algo que tem como instrumento fundamental os recursos humanos envolvidos, com uma visão sistêmica da busca de resultado com o objetivo de alcançar o melhor desempenho. A qualidade por excelência. Portanto, o curso é só o início de um processo revolucionário de conduta e objetividade em tratar a coisa pública.

 

3)                         PÚBLICO ALVO

3.1.                                   Contadores, auditores, administradores, controladores e outros profissionais e agentes que atuam no ambiente da gestão da administração.

 

4)                         ESCOPO DO CURSO:

4.1.                                   MÓDULO I – Apreciação Técnica.

4.1.1.                        Tipos de Gestão e Objetivos

a)     Gestão Pública;

b)     Gestão da Entidade Privada

c)     Diferenças das Gestões

4.1.2.                            Conceito de Controle Interno.

a)     Visão Geral;

b)     Visão Sistêmica;

c)     A Função e o Objetivo do Controle Interno na Gestão;

d)     Os Exames nos Sistemas: Orçamentário, Contábil, Patrimonial e Outros da Gestão.

4.1.3.                            Os Mecanismos de Aplicação do Controle Interno no Âmbito da Administração.  

4.1.3.1                        O exercício de atuação do controle interno.

 

a)     O Acompanhamento e Fiscalização do Controle.

-        Preventivo

-        Repressivo

b)     O Processo de Auditoria.

-        Preventivo

-        Repressivo

4.1.3.2                        A Aplicação das fases do controle nos exames de auditoria, acompanhamento e fiscalização.

a)     Controle prévio.

b)     Controle concomitante.

c)     Controle a posteriore.

4.1.4.                            A Figura Sistêmica da Gestão e do Controle.

 

4.1.4.1                        Funcionalidade dos sistemas.

a)     Sistema em funcionamento na gestão.

b)     O processo de realimentação do sistema da gestão.

4.1.4.2.                      A busca dos objetivos da gestão. 

4.1.5.                            A Informação como Instrumento Principal do Controle Interno.

4.1.5.1.                      O sistema de controle e sua ação nos sistemas.

a)     Sistema administrativo;

b)     Sistema contábil;

c)     O controle interno/auditoria interna. 

 4.1.5.2.                      Dados,  registros e informação.

a)     Distinção e conceituação;

 

b)     A informação como feed-back – (realimentação da gestão da organização);

c)     Como tratar as informações nos relatórios gerenciais. 

4.1.5.3.                      O sistema de informação e sua consistência.

4.1.5.4.                      A sistematização da informação e sua depuração.  

4.1.6.                            O Planejamento das Ações do Controle Interno.

 

a)     Planejamento dos trabalhos anuais.

-        Plano de acompanhamento e fiscalização dos atos da gestão

·        Relatórios produzidos;

·        Processo de comunicação formal

-        Plano de auditoria (anual).

·        Relatórios produzidos;

·        Processo de comunicação formal

b)     Planejamentos dos exames.

-        Programas de auditorias (escopo de auditoria);

-        Papéis de trabalho.

-        Formalidades indispensáveis no processo de auditoria.

c)     Auditoria de Campo.

-        Princípios básicos;

-        Busca de evidencias;

-        Técnica de amostragens.

d)     O resultado dos exames (relatório);

e)     Tratamento do produto de auditoria no ambiente da gestão.

4.1.7.                            Medidas Aplicadas para Correção das Ressalvas e Pendências  que foram Apontadas nos Exames de Auditoria envolvendo os Atos da Gestão.

a)     Os resultados dos trabalhos de auditoria;

b)     A  forma de cobrança das correções das ressalvas/pendências;

c)     Como acompanhar no decorrer do ano os pontos de ressalvas/ pendências.  

4.1.8.                            Questões Pontuais dos Exames de Acompanhamento/ Fiscalização e Auditoria.

4.1.8.1.                      Da Execução do Orçamento.

4.1.8.2.                      Do Sistema de Licitação.

4.1.8.3.                      Dos Contratos/Aditivos.

4.1.8.4.                      Dos sistema de Patrimônio.

4.1.8.5.                      Do Sistema da Folha de Pagamento.

4.1.8.6.                      Dos Restos a Pagar.

4.1.8.7.                      Auditoria no Sistema da área de Informática;

4.1.8.8.                      Auditoria no Sistema Contábil – SIAFI. 

4.1.9.                            Dos Pontos Relevantes da Lei de Responsabilidade Fiscal. 

4.1.10.                        Como Prestar Contas.

a)       O cumprimento do orçamento;

b)       como avaliar o desempenho dos sistemas e sub-sistemas da organização?

c)       A questão custo x beneficio.

d)       O relatório de auditoria como peça básica gerencial de reflexão dos resultados alcançados.

e)       A Tomada de Contas Anual. 

4.1.11.                        A Tomada de Contas Especial.

-        Situações;

-        Processo de condução da Tomada de Contas Especial;

-        Resultado dos trabalhos.

 

METODOLOGIA

1.      Palestras expositivas;

2.      Transparências;

3.      Apostilas; e

4.      Debates.

RECURSOS UTILIZADOS

Data Show

INFORMAÇÕES

Carga Horária: 8hs/aula

LOCAL DE INSCRIÇÃO

Inscrições pelo site: www.inaldosoares.com.br

Inscrições por email: inaldo@brturbo.com.br

INVESTIMENTO

R$ 1.300,00 por participante,
incluindo: material didático, Kit do Participante, almoço, coffee break e Certificado.

 

 

 

IN COMPANY:

TODOS OS CURSOS DO PROFESSOR INALDO PODERÃO SER REALIZADOS "IN COMPANY". SOLICITE SUA PROPOSTA.